Café Utam

Informativo quinzenal • Ano 02 • nº 25

O Assunto é Café

Independência do Brasil: a contribuição do café para o novo país

Quando você toma aquela xícara de café diária talvez nem consiga imaginar que esse grão escreveu um importante capítulo da história brasileira, haja visto que o café produziu riquezas para a expansão das cidades e contribui até mesmo para a diversidade étnica do povo brasileiro.

Essa história de paixão entre o café e o Brasil começou antes de nos tornamos uma nação livre. Os primeiros pés de café no território brasileiro foram plantados no século

Bebida impulsionou a economia brasileira e trouxe mais diversidade a nossa gente

XVIII por Francisco de Melo Palheta, em 1727, no Pará, segundo registros de historiadores.

Com a independência do Brasil, em 1822, as plantações foram se espalhando pela região Sudeste, com grandes latifúndios se formando no Espírito Santo, Rio de Janeiro, Paraná e, sobretudo, em

São Paulo, que se tornou a maior região produtora de café do império e detentora de grande parte das riquezas geradas no país.

Foi o café que impulsionou o crescimento das cidades, pois a riqueza acumulada financiou o surgimento das indústrias e modernizou a economia brasileira, além de criar as condições para o desenvolvimento do sistema bancário. O café também colaborou para a diversidade étnica de nossa população, uma vez que um grande contingente de imigrantes vindos da Europa foi trabalhar no plantio de café em lavouras espalhadas em partes do Sul e Sudeste.

Lugares que contam a história do café no Brasil

Lugares que contam a história do café no Brasil

  • Museu do Café em Santos (SP) – foi criado em 1998 com o objetivo de preservar e divulgar a relação entre o café e o Brasil. Instalado no edifício da antiga Bolsa Oficial do Café, o Museu do Café tem o Salão do Pregão, onde eram realizadas as negociações que determinavam as cotações diárias das sacas de café.
  • Estação Júlio Prestes (SP) – construída para receber os sacos de grãos de café do Sudoeste e Oeste Paulista, além do Norte do Paraná. Em 1951, teve seu nome alterado em homenagem ao ex-presidente do Estado de São Paulo Júlio Prestes.
  • Fazenda Florença (RJ) – fica localizada na região histórica do Vale do Paraíba, conhecida por seus cafezais, que sustentavam a economia no século XIX. O casarão de 1852 tem decoração preservada, com louças, cristais e pratarias originais do Brasil Império.
Envie suas dicas e sugestões, participe!